79) Instalando o MicroScada SYS600 9.4, Feature Packs e inserindo a licença.

O MicroScada Pro SYS600 ABB possui mais de 20 anos de experiência na aplicação de automação de subestação para geração, transmissão e distribuição, visa otimizar o controle e operação para os equipamento instalados em uma subestação e também possui uma ampla biblioteca de protocolos de comunicação para ser utilizada.



Neste tópico mostraremos como instalar de forma correta o software e inserir sua licença.

Inicialmente execute como administrador o instalador do MicroScada SYS600 9.4.


Uma tela de apresentação será mostrada, para continuar a instalação clique em OK.


A seguinte notificação será com o resumo de dados do software, podemos continuar clicando em NEXT.


Será solicitado para que escolha as opções que serão instaladas, a única que não deve ser instalada é a ABB Authentication Service, pois é necessário uma licença a parte para realizar autenticação utilizando em conjunto o software SDM600. Clique em Start.


A instalação iniciará, aguarde....


Durante a instalação do software, será exibido uma mensagem informando que é necessário existir um conta de usuário MicroSCADA no Windows, o próprio software cria essa conta automaticamente, porém você deve atribuir uma senha.

OBS: Mantenha a senha simples ou anote, pois caso esqueça, você terá grandes dificuldades para utilizar o MicroSCADA.



Após a conclusão da instalação será solicitado para que reinicie o computador. Prossiga com a reinicialização.


Agora o MicroSCADA está instalado, porém é interessante que instalemos os Feature Packs, pois, contém correções e melhorias para o software. Execute o SYS600_94_FP1 para iniciar a instalação.


Os procedimentos a seguir são semelhantes a instalação anterior, siga com a tela de apresentação, o pacote que deveremos instalar e sua instalação.

OBS: Durante a instalação também é solicitado a senha para a conta de usuário, pode-se utilizar a mesma.




Clique em OK ao final da instalação e será solicitado uma nova reinicialização do sistema.


Após a instalação do Feature Pack 1, devemos atualizar um arquivo manualmente, cujo a instalação do Feature Pack 1 não o sobrescreve automaticamente.

Esse arquivo é o SYS_BASCON.COM, sua funcionalidade é manter principalmente as configurações de comunicação do sistema MicroScada, o arquivo não é substituído de forma automática para que caso tenha-se parâmetros e configurações já realizadas, as mesmas não sejam perdidas com a substituição, porém, como estamos realizando uma nova instalação podemos substituir, caso contrário na substituição a comunicação deveria ser refeita.

Entre em C: e procure a pasta SC.


Entre em SC\SYS\ACTIVE\SYS_


Procure o arquivo chamado SYS_BASCON.COM

Obs: caso não apareça a extensão “.COM”, deve ser desmarcada a opção de "esconder arquivos com extensão conhecida" nas opções de pasta.


Renomeie o arquivo para SYS_BASCON_COM_OLD para que o sistema MicroScada pare de utiliza-lo, mas manteremos como um backup.


Procure o arquivo sys_bascon$com, este tem como funcionalidade ser um backup original do SYS_BASCON.COM, porém já com as correções do FP1.


Faça uma cópia do arquivo e renomeie essa cópia para sys_bascon.com, para que o MicrosSCADA reconheça o novo arquivo.



Instalando o Feature Pack 2, execute o SYS600_94_FP2 como administrador e siga os mesmos passos do Feature Pack 1 que instalamos anteriormente, menos a parte do SYS_BASCON, pois não houve mudanças para o FP2.




Ao finalizar a instalação e após a reinicialização do sistema, uma pasta MicroSCADA Pro Control System SYS600 será criada na área de trabalho do Windows contendo todos os programas necessários para criar um sistema SCADA.


Abra o SYS 600 Control Panel


Vemos que o MicroSCADA está sem licença, a mensagem SYS600 License has Expired é mostrada caso já tenha utilizado uma licença anteriormente, caso nunca tenha utilizado a mensagem No License será exibida.


Clique na aba License e em seguida clique em Import, procure a licença do MicroScada que possui a extensão .paf.


Um resumo de toda comunicação permitida e pontos contidos na licença são exibidos, se tudo está correto clique em Save, porém, caso algo não esteja de acordo entre em contato com a área de vendas da ABB, a mesma que você solicitou a licença.


Pronto! Seu MicroScada está pronto para iniciar um projeto.

78) Como fazer uma captura de tráfico na rede utilizando o ITT600

A ferramenta ITT600 SA Explorer é projetada para fácil diagnóstico e solução de problemas em sistemas de automação de subestações e aplicações afins baseados na Norma IEC61850.

Neste tópico de como fazer uma captura utilizando o ITT600 iremos utilizar a ferramenta “ITT600 – Explore Ethernet”. Ela é um analisador de protocolo que suporta protocolos relacionados à Automação de Subestações. É capaz de apresentar os dados IEC 61850 transmitidos em um formato legível pelo usuário, mesmo sem ter um profundo conhecimento sobre os protocolos. Esta funcionalidade simplifica a resolução de problemas de comunicação de forma significativa.

Para realizar a captura de dados na rede primeiramente precisamos fazer alguns ajustes:

a) Firewalls

Software de Firewalls podem em alguns casos bloquear pacotes específicos. Como desativar softwares de firewalls é descrito em seus próprios manuais de usuário. Como regra geral, normalmente há um Serviço que precisa ser interrompido no Painel de Controle do Windows ou o firewall permite que ele seja desabilitado por uma entrada de menu ou por um ícone.

b) Configuração do Switch Ethernet

Dependendo da captura que se deseja realizar, em alguns casos é necessário realizar algumas configurações básicas para realizar a captura do tráfico de rede entre dois pontos.
Por exemplo caso se queira realizar uma captura de uma porta específica ou de um relé específico, é necessário realizar o espelhamento de portas. Dependendo do modelo/fabricante do switch o modo de se fazer isso varia.

Quando se deseja fazer a captura de todo o tráfico de uma rede não é necessária nenhuma configuração especial.

Após se conectar à rede a qual irá ser realizada a captura, o processo dentro do ITT600 – Explore Ethernet é bem simples:

1) Abrir ferramenta Explore Ethernet

 O caminho para a ferramenta é: Tools > ITT – Explore Ethernet

Alternativamente, na tela de inicialização na parte “Explore Substation Automation Ethernet Traffic, clicar em Start Online Capture.

Figura 01
Uma nova tela irá ser aberta.

2) Start Capture

Para iniciar a captura clique em “Start Capture”. O Wizard de configuração se iniciará:
Figura 02

3) Capture Wizard

Etapa 1 de 3:

Figura 03

Seleção de placa de interface de rede

Na primeira página, o NIC(Network Interface Card) deve ser selecionado. Escolha o adaptador de onde você deseja capturar o tráfego.

Se o campo “Capturar pacotes em modo promíscuo” for desmarcado, somente os pacotes com o destino ou endereço de origem do adaptador selecionado serão capturados.

Divisão Automática de Arquivos de Captura

Para limitar o uso de memória do ITT600 - Explore Ethernet, um arquivo de captura pode ser especificado. Após o limite definido ser atingido, um arquivo de captura será gerado automaticamente. Os pacotes antigos serão removidos da grade e estarão disponíveis apenas no arquivo.

NOTAS: 

*Se você especificar um nome de arquivo, a extensão “acp” e um contador indicando quantos arquivos foram criados serão automaticamente adicionados.

*O tamanho do buffer indica o buffer do mecanismo de captura subjacente. Se você perceber perdas de pacotes, aumentar o buffer pode ajudar.

Etapa 2 de 3:

Figura 04
Os pacotes precisam corresponder ao filtro de captura, para serem mostrados no ITT600 - Explore Ethernet. O filtro de captura bloqueia os pacotes no mecanismo de captura. Os pacotes que não correspondem ao filtro de captura nunca serão mostrados no ITT600 - Explore Ethernet.

Na parte inferior da janela, você pode definir filtros de captura com base no endereço IP ou MAC..
Filtros de captura mais específicos podem ser definidos e o Filtro será exibido na sintaxe do WinPcap.

NOTA: Não marque / selecione nenhum dos filtros de captura de protocolos relacionados ao IEC 61850, se todo o tráfego de rede deve ser capturado!

Etapa 3 de 3:

A etapa três do wizard permite que os usuários definam a duração do tempo de captura.

Figura 05
Defina uma hora de início em que a captura deve ser iniciada ou um intervalo de tempo por quanto tempo a captura deve ser executada.

A captura também pode ser interrompida se determinadas situações ocorrerem:
• Um número definido de pacotes recebidos.
• Uma quantidade definida de dados recebidos.
• Ignore os pacotes com um tamanho mínimo determinado.

Depois de pressionar o botão “Concluir”, a captura será iniciada. Novos pacotes serão adicionados à grade e poderão ser selecionados para análise posterior.

4) Stop Capture

Para finalizar a captura basta clicar em Stop Capture, ou caso existam limites de tempo, número de pacotes recebidos ou dados recebidos sejam atingidos a gravação será parada automaticamente.


5) Análise dos pacotes

Figura 06
Cada pacote pode ser mostrado na visão geral, como mostrado na Figura 06. A janela é dividida em quatro seções:

- Seção 1 - Pacote selecionado.
- Seção 2 - Propriedades do pacote selecionado.
- Seção 3 - Exibição hexadecimal do conteúdo do pacote.
- Seção 4 - Exibição ASCII do conteúdo do pacote.

77) Política de descarte de produtos para automação de subestações de acordo com a ISO14001:2015


A ABB implementou a norma ISO 14001:2015 no sistema de gestão para a área de Produtos de Automação de Subestações. Para mostrar os resultados de nosso trabalho ambiental e para apresentar o desempenho ambiental de nossos produtos, a divisão de Automação de Subestações introduz a declarações sob o aspecto ambiental sobre a linha de produtos.

Na ABB, os níveis de performance e características ambientais são determinadas por:
• Avaliação do ciclo de vida, LCA (Life Cycle Assesment), com base nos Padrões internacionais ISO 14040-43. LCA e seus métodos foram usados ​​para fornecer uma visão abrangente de como nossos produtos afetam o meio ambiente.

• Design eco eficiente: principalmente endereçando os aspectos de desmantelamento e reciclagem que não podem ser quantificados com LCAs. Esses aspectos ambientais foram avaliado pelos engenheiro de design e gerentes de produto na divisão.

• Lei aplicável, por ex. para substâncias perigosas onde atualmente nossos produtos são isenta da diretiva ROHS da UE. No entanto, todos os novos designs estão preparados para serem compatíveis.

Uma vez que produtos de automação de subestações são predominantemente construídos de aço e plástico, placas de circuito impresso e fiação também são amplamente utilizados. Esses componentes contêm materiais de valor considerável, do ponto de vista ambiental. Por esta razão, produtos que chegaram ao fim da vida útil devem ser enviados para uma instalação de reciclagem. Na instalação de reciclagem, materiais que podem ser usados como matérias-primas para novos produtos são reciclados, e materiais perigosos são processados de maneira ambientalmente correta.

Para maiores informações e detalhes a respeito da declaração ambiental do produto, acesse o documento completo Environmental product declaration.